Sinduscon cria Banco de Talentos voltado para pessoas deficientes

As pessoas deficientes contam desde ontem com mais um reforço em suas lutas diárias por emprego e nclusão social, o portal “Banco de Talentos do Sinduscon/RN” (bancodetalentos.org). Criado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil, o portal reduziu a um clique de computador ou smartphone a distância entre a oportunidade de emprego na construção e o deficiente.

A solenidade de lançamento projeto ocorreu na sede do Sinduscon e contou com participação do presidente da entidade, Arnaldo Gaspar Júnior, da Procuradora do Ministério Público do Trabalho, Isabel Queiróz Ramos, empresários, representantes de associações e de instituições de pessoas deficientes, da Corde (Coordenadoria do Deficiente) e do SENAI-RN (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

As associações que representam os deficientes, empresas da construção civil e Ministério Público do Trabalho, terão acesso livre e independente ao portal, através de login e senha exclusivos. O funcionamento é simples. As associações acessam e cadastram as pessoas com deficiência. As empresas consultam e selecionam aqueles que se adequam à sua demanda, em seguida entram em contato com o candidato e agenda entrevista de emprego.

Cada entidade tem total autonomia para gerir seu próprio cadastro, de forma independente e autônoma. O Sinduscon/RN se coloca como facilitador, aproximando as duas pontas da questão: as entidades representativas das pessoas com deficiência e as empresas. A idéia será levada a outros sindicatos da construção civil do país.

O presidente do Sindicato, Arnaldo Gaspar Júnior, destacou a função social do projeto e disse que o objetivo é aproximar empresas e profissionais, oferecendo a oportunidade de uma colocação no mercado de trabalho. Trata-se de uma ferramenta que visa promover o encontro dos talentos com as empresas filiadas ao Sinduscon/RN por meio da participação direta das entidades voltadas à pessoa com deficiência. “É um banco de currículo”, resumiu Gaspar.

A Procuradora do Ministério Público do Trabalho, Isabel Queiróz Ramos, elogiou a iniciativa e disse que é preciso vencer as barreiras atitudinais que impedem uma melhor integração dos deficientes no mercado de trabalho. Ela disse que os deficientes enfrentam discriminação nos locais de trabalho e que é preciso preparar os setores de recursos humanos para recebê-los. “O Brasil não tem consciência de inclusão”, disse a procuradora.

A diretora da Associação de Surdos de Natal, Kátia Junqueira, afirmou que o portal é mais uma oportunidade aberta para a inclusão social. “Muitas pessoas que tem algum tipo de deficiência se enquadram perfeitamente em determinadas vagas, com capacitação e muita força de vontade”, disse.

BANCO DE TALENTOS

ÁREA DO ASSOCIADO

O Sinduscon/RN pensa como você, e por isso trabalha:

NOSSA MISSÃO

Representar e promover o desenvolvimento da construção civil do Rio Grande do Norte com sustentabilidade e responsabilidade sócio-ambiental

POLÍTICA DA QUALIDADE

O SINDUSCON/RN tem o compromisso com a satisfação do cliente - a comunidade da construção civil do Rio Grande do Norte - representada por seus associados - priorizando a transparência na sua relação com a sociedade, atendimento aos requisitos, a responsabilidade socioeconômica, a preservação do meio ambiente e a melhoria contínua.

CONTATO

55 84 3206 5362

contato@sindusconrn.com.br

SOCIAL

LOCALIZAÇÃO

Rua Raimundo Chaves, 2182 - Sala 101 Empresarial Candelária - Candelária - Natal/RN

SINDUSCON/RN (C) 2012 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS